iOrbix
Email
Password
1-10 of 22
 
[i]Erra, cai, chora, chora muito, ri ainda
mais, chateia-te, defende os teus valores,
canta no meio da rua, dá-te com amigos
diferentes, usa e abusa das tuas
qualidades, melhora os teus defeitos. Sê
a pessoa mais feliz do mundo.[/i]
 
 
[i]... quem sabe um dia, em uma
dessas voltas, a gente se esbarra
pra pelo menos rir dos
desencontros que a gente inventa
só pra ter motivo pra lembrar um do
outro. [/i]
 
 
[i]Ela chegou, pousou a mala.
Ele, no sofá, olhou-a.
Sorriram.
Ela aproximou-se dele. Passou-lhe a
mão pelo rosto.
Sorriram.
Ele abriu os braços. Aconchegou-a
como se aconchega a vida.
E viveram.[/i]
 
 
[i]É bom sentir o amor, é bom sentir o abraço, o beijo, a felicidade.
Aquele carinho que só tu podias dar, os sorrisos, a motivação, a felicidade que conseguias dar á minha vida, e ao meu mundo.
Não existia ninguém que me conhecia melhor que tu, ninguém que sabia reagir comigo melhor que tu. Ás vezes nem era preciso falar, de dizer o que se passava, porque tu conseguias perceber isso só nos meus olhos, e na minha maneira.
Sentir-te perto de mim, era como sentir que ninguém me poderia fazer mal, era sentir-me protegida.
Conseguias fazer de pequenos instantes, grandes momentos!
Sabias o que estava bem, e o que estava mal, sabias dizer-me o que fazer quando nem eu própria o sabia, sabias todos os meus segredos, sabias todos os meus medos, todos os meus sonhos, sabias tudo de mim.
Adorava o teu jeito de estar comigo, adorava os teus olhos á chinês, o teu nariz bem pequenino, as tuas orelhinhas bem fofinhas, e esse sorriso lindo que tu tinhas, e que fazia magia em mim!
Mas o que eu gostava mais, era irritar-te, ver-te amuado, porque mesmo que o quisesses estar durante algum tempo, não o conseguias. Porque ambos, não conseguíamos estar chateados um com o outro.
Adorava fazer-te sentir envergonhado perante a minha família, era lindo, achava isso muito engraçado. Quando estávamos perante a minha família, e eu dizia que te amava bem alto, para que todos o ouvissem, quando te abraçava, e não desgrudava de ti, quando te beijava, e era a maior chata do mundo, ou até quando dizia as coisas mais perversas, e tu rias-te, e eu falava que estava a brincar. Era lindo, era hilariante!
Tudo o que eu mais queria eras tu, queria sentir-te sempre bem perto de mim, queria sorrir, gargalhar, e até chorar de tanto rir ao teu lado.
Queria ver filmes, e comer pipocas durante a tarde, queria não saber o que vestir, e seres tu a dizer-me, queria as conversas sérias que tentávamos ter, em que a meio nos riamos e não sabiamos o porque, queria estar a olhar-te nos olhos e falar-te as coisas mais lindas, queria abraçar-te e não descolar de ti, queria saltar para as tuas cavalitas quando estava de salto alto e não aguentava mais estar de pé, queria partilhar a comida, as chiclas, e tudo mais, queria me chatear contigo, e falar coisas estúpidas, e passado cinco minutos sorrir para ti, e dizer que eras o melhor namorado do mundo. Queria adormecer ao teu lado, queria adormecer todas as santas noites com uma mensagem tua, queria acordar-te a meio da noite, porque tinha tido um sonho contigo, e não podia esperar para te contar o que sonhei no dia seguinte, ou até porque não conseguia dormir e estava a pensar em ti. Queria acordar com uma mensagem tua de bom dia, queria aquelas surpresas que só tu as sabias fazer, mas acima de tudo, eu queria ser feliz contigo, queria viver estes momentos lindos que vivíamos um com o outro, para sempre!
Eu ainda te amava muito, eras lindo, o melhor do mundo, do universo, e do planeta. Eras único pra mim![/i]
 
 
[i]Eu sinto a tua falta .
Ninguém imagina a saudade que me causas-te desde a tua partida, nem a angústia que guardo dentro de mim desde a última vez que sorriste para mim .
Com o passar dos dias o meu coração aperta cada vez mais, só de pensar que nunca mais vou ter a tua presença por perto!
Por vezes não entendo, sinto-me incompleta, sinto-me dividida, confusa, mas eu sei que por outro lado, por mais longe que possas estar, eu continuo a sentir-te por perto .
Sinto-te a meu lado, mas no fundo … estou, e sinto-me vazia .
Eu não queria nunca ter que ficar sem ti, não queria ter-te longe, não queria sentir-te distante .
Não queria nunca ter que te largar a mão, mas eu lembro-me de ti com o coração, um coração que é teu .
Um coração que conquistas-te só pelo teu jeito, e pela tua forma de agir, pelo grande e maravilhoso ser que eras!
Paro no tempo, e relembro momentos. Lembro-me de ti, das tuas palavras, do teu olhar, aquela força que só tu a tinhas, a tua garra, a forma como me preparavas para o futuro .
Relembro todas as vezes que brincavas comigo, quando até montavas as casinhas da barbie juntamente do meu lado, tudo isso para me veres sorrir, ou quando eu chorava no teu colinho só porque não queria comer a sopa .
Quando corríamos, falávamos, e até levavas-me para trabalhar contigo, e brincavas comigo ás lojinhas, e muito mais …
Sempre foste o melhor pai, o melhor homem, tudo aquilo que eu tive!
Tu foste, e eu não queria mais ficar aqui, não sem ti .
De nenhuma forma me habituo com a tua ausência, não me conformo com esta saudade, essa que tanto me incomoda e que por lágrimas transborda . De nenhuma forma, esperava sentir o que sinto hoje .
Dor de não te ter, saudade de não te ver e ardor por não te tocar, mágoa de saber que nunca mais te vou abraçar, beijar!
Falta-me o teu cheiro, o tom das tuas palavras, o brilho dos teus olhos, o sorriso que tanto me encantava .
Faltas-me tu, a melhor pessoa do mundo, aquele ser que eu mais amo!
E é assim que eu te guardo no coração .[/i]
 
 
[i]porque fui feliz como ninguém, aproximei-me cada vez mais, apaixonei-me de verdade, e no fim... sofri como nunca!
já passou muito tempo desde o nosso fim, mas eu nunca conseguia seguir com a minha vida, por mais que tivesse o apoio de todos, eu não conseguia. guardava a esperança da nossa reconciliação, de estarmos juntos de novo. eu nunca senti o que sentia por ti, por ninguém mesmo, acredita. acho que nunca sofri tanto antes!
sonhava quase todas as noites contigo, com nós, com o que existiu entre nós, sonhava com a nossa reconciliação. acordava a meio da noite sufocada a chorar, contigo sempre na minha cabeça. e o que mais doía, era deparar-me com toda a realidade, e ver que tudo não passou de um sonho lindo, que eu queria que fosse realidade.
eu juro, não te conseguia tirar do meu pensamento, o meu sentimento por ti era mais forte que tudo, mais forte que mim mesma. não interessava o orgulho, a dignidade que antes tinha, eu sei que perdi tudo isso, mas não me importava minimamente disso, ou daquilo que as pessoas podiam pensar de mim, e daquilo que eu fiz. e sabes porque que não me importava? porque eu amava de verdade, porque eu sem ti não era feliz, porque tu eras tudo aquilo de melhor que existia na minha vida, tu eras tudo, eras metade de mim, eras uma das pessoas mais importantes para mim, eras parte da minha vida. e... continuavas a ser tudo isso, só que não estavas comigo, não estávamos juntos!
eu queria tanto ter-te perto de mim, eu precisava de ti, mais que nunca!
eu queria tanto abrir uma mensagem tua dizendo que por vezes também pensavas em mim, ou até por vezes sentias um pouco a minha falta. tu não imaginavas o quanto te tornas-te importante pra mim!
eu sofria com a tua ausência, sofria com ausência de ti como meu namorado. e o que mais doía, era a saudade que sentia por ti, e por tudo aquilo que passámos, doía, doía muito!
eu olhava para a nossa foto, e relembrava o pouco que juntos passámos, no imaginável que fui feliz ao teu lado. perguntava-me vezes sem conta, se te lembravas de tudo, de como começamos a falar, das primeiras mensagens, do primeiro beijo, do nosso primeiro "amo-te"!
tinha saudades das nossas promessas, as nossas juras de amor. o nosso "para sempre", "nunca te irei deixar", "amo-te verdadeira mulher/homem da minha vida". como foi possível teres acabado com tudo isso? eu amava-te como ninguém. eu daria tudo por ti, daria a minha vida, daria-te o céu, o sol, a lua, as estrelas, se pudesse!
eu só pedia , para nunca te esqueceres : «eu não fui embora, tu é que me abandonas-te.», o meu sentimento por ti, estava acima de tudo, e todos, eras o mais importante, eras o meu número um, eras a primeira pessoa a quem me dirigia á procura das melhores palavras, da maior força, dos melhores conselhos, da verdadeira felicidade!
eu sentia... sentia mesmo muito a tua falta.
sentia saudades do teu sorriso, das tuas gargalhadas, dos teus abraços, dos teus beijos.
eu prometi, prometi que nunca te iria esquecer, nunca te iria apagar da minha vida, irias sempre permanecer em mim, irias ter sempre as melhores palavras, o maior carinho vindo de mim. porque... eu amava-te, amava-te fizesses o que fizesses, estivesses ao lado de quem estivesses!
e por mais que magoasse, por mais que me deixasse de rastos, por mais que doesse, o meu sentimento nunca iria mudar, nunca mesmo. porque amar de verdade, só amei uma vez, que foi a ti. eras essencial, eras único pra mim.
eras insubstituível!
eu não sabia o que era eu sem ti, os meus dias já não eram os mesmo, e minhas noites eram tristes, frias, contigo longe de mim, eu não sabia mais o que era viver, o que era ser verdadeiramente feliz!
podias até achar que eu estava a exagerar, ou até a falar da boca para fora, mas não, acredita era toda a verdade.
aprendi a gostar de ti, cada vez mais. e depois, o que seria de mim? eu não sabia, não sabia o que é a escola sem ti, não sabia o que eram as noites sem as tuas mensagens de boa noite, não sabia. sem ti tudo perdeu a graça, eu não ia ter mais ninguém do meu lado pra eu chamar de namorado, porque eu não queria ninguém, eu queria-te a ti. tu tinhas a prova disso, depois de termos acabado, tu assumiste relações, e a mim nunca me viste a fazê-lo. e sabes porque? porque eu não queria ninguém, a não seres tu!
eu nunca me irei arrepender de nós!
eu lutei, eu sofri, mas sabia e tinha a certeza que no fundo me deste o mínimo valor. mas será que era tarde, será que já estavas a ir embora, será que era mesmo o nosso fim? por favor, queria que me tivesses dito que não estavas a ir-te embora de vez, dizeres-me que não era o nosso fim. queria que não te esquecesses de mim, pois eu achava que preenchia um lugar no teu coração, nem que tenha sido um pouco de nada, mas eu achava que o preenchia. e tu, podias ter a certeza, que tinhas um lugar completo no meu coração, eu amava-te muito!
sabias o que era acordar, e me sentir incompleta. sabias o que era levantar-me, e sentir que estava sozinha. vestir-me, e sentir o cheiro do teu perfume. eu sentia-me abandonada, sem forças pra conseguir recompor-me para mais um dia, carente, uma idiota. chorava, sem ter ninguém para limpar as minha lágrimas. eu corria, deixava tudo para trás, e só queria ter-te comigo.
tinha guardado na memória e no coração, cada olhar brilhante que trocámos, cada sorriso feliz que sorrimos, cada abraço que demos, cada mensagem enviada, cada palavra dita.
eu amava-te, e sempre te amei, pois não havia distância que afastasse um grande sentimento, nem tempo que fizesse esquecê-lo.
mesmo que hoje não consigas ver o quanto eras especial, essencial, insubstituível. tu eras a minha vida![/i]
 
 
[i]Porque um dia eu amei-te e nunca te neguei.
Nunca pensei que algum dia me ia apaixonar de verdade, sentir o verdadeiro significado da palavra amor e saudade, até que te conheci e tudo mudou. Tu conseguiste mudar tudo e marcaste um passado bem profundo. No princípio as coisas não foram fáceis, inseguranças, medos, feitios diferente mas aos poucos conseguimos ultrapassar os problemas e lutámos por nós.
Foram sorrisos, promessas, brincadeiras, beijos e abraços, dúvidas e medos, foram declarações e discussões, textos e músicas, fui eu, foste tu, fomos nós, foram dias, semanas, meses, anos, foram momentos bons e maus, mas mesmo assim acho que posso dizer que fomos felizes, pelo menos eu fui e tu? Acabei por nunca te perguntar, nunca te perguntei o que foi mentira e o que foi verdade, nunca te perguntei se eu era mesmo o motivo da tua felicidade.
Sabes, eu amei-te, amei-te mesmo de verdade, amei-te como nunca tinha amado alguém, amei-te da forma mais única, linda e especial que podia existir até mesmo depois de te ter visto desistir. Tu para mim eras tudo o que me fazia feliz, tu eras simplesmente tudo o que eu algum dia poderia desejar ter, e eu tive-te até ao dia em que me deixaste e abandonaste.
Nunca soubeste mas sempre achei que não te merecia por isso nunca fui capaz de dar tudo de mim como queria, nunca soubeste mas tu foste mesmo importante, não foste só mais um, foste o tal, aquele que nunca vai ser esquecido, e vai ter sempre algo de especial, foi contigo que aprendi o que amar para o bem e para o mal, foste aquele que marcou e que o coração para sempre fechou. Hoje quero que saibas que amei-te como nunca tinha amado, amei-te sempre mesmo que algum dia tenhas duvidado.[/i]
 
 
[i]"Sê a mulher da tua vida. E sê agora! Mas não, não sejas para os outros... nem por eles. Sê por ti e para ti. Vai na frente, dá o primeiro passo, muda de vida sem pedir a opinião dos outros, sem pedir a permissão do mundo. Descobre.te. Entende-te. Faz terapia e, quando não der, faz compras. Sê inconsequente e paga por isso. Fica bêbada e paga a conta. Pede uma rodada no bar e, quando o dia não for de festa, simplesmente diz não. Diz não sem culpa, mas não sem educação. Sê breve na fala e detalhista no pensamento. Aperta firme a mão das pessoas. Sorri. Sê a frente da batalha da tua vida, sem colete à prova de balas. A vida não é à prova de imprevistos. Se não quiseres não tenhas filhos e, se tiveres, permite-te ser a mãe que a natureza te formou para ser. Escolhe. Viaja. Decide. E, quando ficares em dúvida, simplesmente admite. Muda. De quarto, de casa, de roupa, de sonhos. Solta as mãos, abre os braços, corta o cordão que te prende ao passado. Lê, escreve. escuta. Não esperes, vai. Discute, disputa, pede desculpa. Sê íntima de ti mesma.
Sê a mulher da tua vida. Sê só tua. E não o faças de fachada, não tentes impressionar. Impressiona-te com a vida. Observa uma borboleta, alimenta um gato, acaricia um cachorro. Permite-te ser sensível. Chora. Ser a mulher da tua vida não é ser mais homem, ser a mulher da tua vida é olhares-te ao espelho e sentires orgulho do teu próprio sorriso. É respeitares as tuas próprias decisões em detrimento da opinião dos outros, mesmo que esses outros sejam alguém próximo. Ser a mulher da tua vida não é ser durona. Faz ioga ou boxe, mas faz o que tu gostas. Descobre-te de novo. Percebe o que mudou. Tu mudas, o mundo muda. Corta os cabelos, nasce de novo. Ajuda desconhecidos e aproveita milimetricamente o doce sabor de fazer a diferença na vida de alguém. Mas, antes disso, faz a diferença na tua vida!
Tens "amor próprio". Ama-te. Ama-te muito. Ama-te acima de tudo. E depois de te amares tanto, ama-te mais um pouco. Ama-te sem maquilhagem e sem estar em forma, porque do que adianta os elogios de outra pessoa se tu mesma não conseguires sentir a tua beleza? Veste-te de coragem. Convence-te do quão incrível tu és e, se tu não conseguires ser a tua própria advogada, é porque ainda não entendeste o que é, verdadeira e intensamente, ser a mulher da tua vida.
Honra-te. Tu não nasceste mulher à toa. Tu não lutaste até agora para te esconderes atrás dos teus próprios preconceitos. Sê a mulher da tua vida, mas não o sejas pelos outros. Sê e pronto. E ponto.
Ao compreenderes este texto tu encontraste o teu e só teu (re)começo." [/i]
 
 
[i]Lembro-me de beijar os teus lábios, de segurar a tua cabeça. Partilhávamos os nossos sonhos, partilhávamos a nossa cama, partilhávamos tudo. Conhecia-te tão bem, melhor que ninguém. E agora que seguis-te em frente, lembra-te de mim, lembra-te de nos, e tudo o que costumávamos ser.
Já te vi chorar, já te vi sorrir.
Lembro-me de te observar vezes sem conta todas as noites enquanto dormias. Eu seria a mãe dos teus filhos, eu passaria uma vida inteira contigo![/i]
 
 
[i]Para onde olho só te vejo á frente, eu fecho os olhos, e tu estás-me na mente.
Por onde passo eu só te vejo a ti, olho para o lado e tu estás sempre aqui!
Faço barreiras, ao qual ultrapasso, tu és o tempo dentro do meu espaço.
Tu és o ar, que respiro, tu és o tempo e é por isso que eu digo.
Tragam os mares, tragam-me as marés, tirem-me o chão que tenho perante os pés, tirem-me o tempo, tirem-me o espaço, mas não me tirem tudo aquilo que és para mim!
Tu és a força que ilumina o meu ser. Tu és a dor, a força e o prazer.[/i]
 
1-10 of 22
Daniiela Sousa | Blog | iOrbix
JavaScript is disabled on your browser.
iOrbix won't work properly if your browser doesn't have JavaScript enabled.
Please enable JavaScript, or alternatively, access iOrbix Mobile.